DIARINHO

Viva a natureza Manter contato com plantas e bichos é saboroso e ensina a gente a preservar o meio ambiente

Isabelle Barros
isabelle.barros@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 18/03/2017 03:00

Interação com plantas, bichos e a terra encanta crianças e adultos (Marlon Diego/Esp.DP )
Interação com plantas, bichos e a terra encanta crianças e adultos

Saber de onde vem a comida que a gente come e conhecer, na prática, como é a vida das plantas e dos animais ficou difícil para quem cresceu ou está crescendo na cidade. O trânsito, a vida nos prédios e a internet deixaram a gente mais distante da natureza, coisa que acontecia menos com nossos pais e avós. Mesmo assim, dá pra ter essa experiência boa sem ir muito longe de casa. Ir a uma praça, um parque ou a uma reserva de mata atlântica pode encantar todas as idades.

O Recife e várias cidades próximas têm locais onde dá para conhecer mais sobre a rotina dos bichos e dos vegetais. Assim, as crianças entendem que é preciso preservar nosso mundo para ter um futuro melhor. “A diversidade de plantas e animais é o maior tesouro que a gente tem. As crianças e os adultos ficam encantados quando conhecem melhor a natureza e pensam que vale a pena protegê-la. A vida deve ser vivida não só no videogame ou no celular, mas na prática”, lembra o biólogo e fundador do Refúgio Ecológio Charles Darwin, Roberto Siqueira.

Escola rural em Paudalho oferece a oportunidade para os alunos (Marlon Diego/Esp.DP )
Escola rural em Paudalho oferece a oportunidade para os alunos
Tem crianças e adolescentes que conseguem ter essa aproximação com a natureza praticamente todo dia. É o caso de quem estuda na Escola Waldorf Rural, em Paudalho, a uma hora de carro do Recife. Lá, os alunos, entre o jardim de infância e o 8° ano, têm momentos nos quais são orientados a pôr a mão na massa, mexendo com plantas, com animais e, assim, aprendem de forma mais leve.

Cedinho, os professores fazem uma atividade para deixar todo mundo mais concentrado para o dia. Aí, começa o trabalho de campo. Os alunos podem levar as cabras para pastar, limpar o terreno para plantar, receber lições de marcenaria para construir objetos úteis para a vida na escola, entre outras atividades. Depois disso é que acontecem as atividades em sala de aula. As crianças começam a perceber que tudo o que elas realizam está interligado”, explica a professora Kelly Almeida, do 7° ano.

Segundo as próprias crianças, ter contato com plantas e animais é uma experiência diferente que elas costumam aproveitar. “Temos uma noção maior do que é a natureza, porque tem gente que nem sabe que isso existe”, diz Nina Berinson, de 13 anos, do 8° ano. “A gente tem uma compreensão maior de que tem outras classes sociais também”, diz Sofia Lins, de 13 anos, colega de Nina.

No contato com a natureza:
  • o ideal é vestir roupas leves e manter pernas e pés bem protegidos, usando calça comprida e calçando botas ou galochas;
  • levar água e comida e sempre guardar o lixo em um saquinho se não encontrar lixeiras por perto;
  • não tocar em animais ou em plantas sem permissão de um adulto que conheça essas espécies
Na natureza

FAZENDINHA DO RAFINHA

Funciona perto da BR-408, em Paudalho, e lá tem vários animais, como porcos, pavões, patos e galos. Durante a semana, o local só recebe grupos de escolas, mas nos sábados, das 9h às 12h. Informações: 98128-0328.

REFÚGIO CHARLES DARWIN
Existe há 29 anos e é um terreno enorme com mata atlântica em Igarassu. O local recebe tanto escolas quanto grupos de no mínimo dez pessoas, incluindo crianças, para fazer uma trilha com um biólogo. Outra atração do terreno é um riacho de água cristalina. Info: 3545-4465.

JARDIM BOTÂNICO DO RECIFE
Fica no bairro do Curado, pertinho da BR-232. O parque urbano oferece trilha ecológica nos finais de semana e é a casa de vários animais, incluindo até bicho-preguiça. Info: 3355-0002.

PARQUE DOIS IRMÃOS
Oferece trilhas na mata e visitas monitoradas, mas, para participar, é preciso agendar antes. Dá para conhecer as curiosidades dos animais e conhecer a Mata Atlântica. Tem um Museu de História Natural, com animais empalhados e esqueletos. Info: 3184-7753 e zoodoisirmaos@gmail.com.