Educação e Religião

RENOVAçãO CARISMáTICA - 50 ANOS » Cinquenta anos mudando vidas Nascida nos EUA, Renovação Carismática chegou a Pernambuco nos anos 1970 e propicia renascimentos

Alice Souza e Jailson da Paz
local@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 18/03/2017 03:00

Francisco Pimentel faz parte do movimento há quatro décadas: "A gente vive Deus numa intimidade muito grande" (Rafael Martins/ DP)
Francisco Pimentel faz parte do movimento há quatro décadas: "A gente vive Deus numa intimidade muito grande"

A fé, transbordando em expressões de alegria e conhecimento profundo sobre o poder do Espírito Santo, provocou a Igreja Católica há cinco décadas. Recebido com olhar atento da então gestão religiosa, o movimento de Renovação Carismática avançou dos Estados Unidos para o mundo. Presente no Brasil desde o fim da década de 1960, a RCC chegou a Pernambuco em 1972 para se tranformar em um dos grupos de maior expressão no estado. Em maio, o movimento festeja seus 50 anos com uma audiência junto ao papa Francisco, no Vaticano, da qual participarão representantes pernambucanos. O estado tem a comunidade Obra de Maria, sediada em São Lourenço da Mata, como berço local do movimento.

A Renovação está presente da Região Metropolitana do Recife (RMR) ao Sertão, das paróquias mais simples àquelas detentoras de templos renomados. Em toda as nove dioceses e na Arquidiocese de Olinda e Recife existem mais de 500 grupos de oração, células base da composição organizacional da RCC. Somente no arcebispado, são 185 grupos, presentes em todas as cidades. Cerca de 10 mil em número de pessoas. Em Nazaré da Mata existem 74 grupos de oração. As dioceses de Garanhuns (com 35 grupos de oração), Pesqueira (com 40 grupos) e Petrolina (com 27 grupos) também são exemplos da capilaridade do movimento no estado.

“A gente trabalha de acordo com as realidades de cada cidade. Falar de renovação na arquidiocese compreende uma realidade urbana, por exemplo, de engarrafamentos. Há grupos no interior, cidades onde não tem transporte”, exemplifica o coordenador arquidiocesano da RCC em Pernambuco, Marcos Silva. Mitigando as dificuldades regionais, a renovação trabalha a expansão.

“A nossa meta é atingir a todos, tanto adultos como a juventude e as crianças. Os jovens são a igreja do amanhã. A criança será o jovem cristão. Para isso, procuramos promover encontros que atinjam a todos”, explica o coordenador arquidiocesano. Dentre os 184 municípios pernambucanos, cerca de 10% estão fora do escopo de atividades da RCC. Por pouco tempo. Seguindo uma percepção da renovação em todo o mundo, o movimento também quer estender seus braços por todas as regiões do estado. Uma das atuais metas, por exemplo, é chegar ao Arquipélago de Fernando de Noronha até 2018.

O batismo de poder do Espírito Santo e os braços amorosos da RCC chegaram até as dificuldades enfrentadas pelo agropecuarista Francisco Pimentel, 62 anos, há quase quatro décadas. Envolveram aquela dor, promoveram um encontro profundo com Deus e, desde então, jamais saíram da vida dele. As atividades da Renovação são parte inseparável da rotina do agropecuarista. Ele é um exemplo de como a RCC provoca a ramificação das suas ações além paróquias.

Todas as noites, Francisco participa de missas. Anda com terço, água benta e crucifixo sempre à mão, para ajudar o próximo mediante qualquer chamado urgente. Às terças-feiras, está no grupo de oração das Graças. Às quartas, no Espinheiro e, aos domingos, em Casa Amarela. Afora os compromissos fixos, Francisco ainda disponibiliza a agenda para projetos do Ministério de Música e Artes, no qual se transforma no Chiquinho de Jesus, para cantar forró pé-de-serra cristão.

“Sempre fui católico, mas tive uma experiência diferente com Deus. Na renovação, a gente vive Deus numa intimidade muito grande. Naquele primeiro dia, tive um toque de amor, que nós chamamos de pentecostes, e não larguei mais”, explica. Francisco já presenciou várias experiências de graças: de uma mulher que deixou de usar bengalas a uma adolescente curada de meningite sem sequelas, após um coma. Até o nascimento dos três filhos, trigêmeos, é uma graça alcançada pós-renovação. Conhecedor da doutrina católica e da estrutura e história da RCC, ele é taxativo em dizer que o movimento é a própria igreja em renovação. Não mais como duvidar.

Renovação Carismática em três atos

Batismo no Espírito Santo

É o momento ou processo por meio do qual a presença ativa do Espírito Santo se torna sensível à consciência da pessoa. É considerado o ressurgimento dos dons e virtudes recebidos no batismo sacramental, quele referente à iniciação cristã.

Oração em línguas
É considerado um dom do Espírito Santo, que ficou durante anos esquecido dentro da igreja. Por meio dele, os fiéis glorificam a Deus em uma linguagem não convencional. Ocorre quando o homem está repleto do amor de Deus a ponto de a própria língua e demais formas comuns de se expressar revelarem-se insuficientes.

Repouso no Espírito Santo
O repouso é considerado um fenômeno destinado a favorecer uma vida cristã de fervor ou a conversão do coração. É caracterizado pela imposição das mãos, levando a pessoa a vacilar e cair devagar para trás durante uma oração, pregação, etc. A queda ocorre por uma graça poderosa, a ponto de o corpo não suportar.

Os ministérios
  • Ministério de Comunicação Social (MCS): Tem a missão de articular, promover e facilitar a comunicação dentro dos grupos de oração e instâncias da Renovação Carismática Católica
  • Ministério de Formação: Seu principal objetivo é formar líderes e servos para que possam atuar na RCC devidamente formados
  • Ministério de Intercessão: É responsável por levar ao coração do Pai às súplicas e necessidades do grupo de oração, do Movimento e da Igreja
  • Ministério Jovem: Promover a inserção dos jovens na vivência do que a RCC oferece, auxiliando o movimento na evangelização da juventude, nas formações e na assistência
  • Ministério para os Seminaristas: Trabalha para manter viva a espiritualidade carismática nos corações dos jovens que tiveram sua missão revelada na RCC ou nas novas comunidades
  • Ministério Universidades Renovadas: Atua diretamente nas instituições de ensino superior, por meio de realizações de Grupos de Oração, com alunos, professores e profissionais já formados
  • Ministério para as Crianças: Utiliza-se de linguagem apropriada, atrativa e dinâmica para falar aos pequenos de Deus
  • Ministério de Pregação: Atua dentro dos grupos de oração e demais instâncias da RCC, como seminários, avivamentos e retiros de oração
  • Ministério de Oração por Cura e Libertação (MOCL): Para reavivar os corações pelo poder de Jesus Cristo, agindo como auxílio e sustentação na vida daqueles que precisam conhecer ou ser renovado pelo batismo do Espírito Santo
  • Ministério de Música e Artes: É a reunião das expressões artísticas que há na RCC: música, dança, teatro e demais manifestações artísticas
  • Ministério de Fé e Política: O objetivo não é formar partidos políticos ou realizar campanhas eleitorais, mas conscientizar os cristãos a utilizarem o voto de modo justo
Fontes: RCCPE, RCC Brasil e Portal Carismático

O tempo da renovação

1967

A Renovação tem origem em um retiro espiritual realizado na Universidade de Duquesne, em Pittsburgh, Pensilvânia, Estados Unidos. Do encontro, de 17 a 19 de fevereiro, os participantes relatam ter ocorrido o batismo no Espírito Santo.

1968
No ano seguinte ao surgimento, a RCC realizou o primeiro congresso anual nos Estados Unidos. Cem pessoas participaram. Três anos depois, na quarta versão do congresso, o movimento religioso reuniu cerca de 12 mil pessoas.

1969
A RCC chega ao Brasil e no ano seguinte se espalha pelas diversas regiões. A cidade de Campinas, em São Paulo, foi ponto de partida do movimento no país, sendo os padres Haroldo Joseph Rahm e Eduardo Dougherty os precursores.

1970
Após conhecer a experiência carismática nos Estados Unidos, em 1969, o padre Daniel Kiajarski inicia a Renovação em Telêmaco Borba, no Paraná. Esse é um dos registros históricos mais antigos da presença oficial da RCC no país.

1972
Padre Haroldo Joseph Rahm, com o aval do bispo de Campinas (SP), lança Sereis batizados no Espírito, livro que se torna referência para o movimento carismático no Brasil. E que contribui para o surgimento de inúmeros grupos de oração.

1973
Acontece o primeiro congresso internacional em South-Bend, Indiana, Estados Unidos. Na época, a RCC já estava no Canadá, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia, Alemanha, França, Bélgica, Índia, Coreia do Sul e parte da América Latina.

1973
Reunindo cerca de 50 líderes de grupos de orações, os padres Haroldo Joseph Rahm e Eduardo Dougherty e a irmã Juliette Schuckenbrock organizam, em Campinas (SP), a primeira versão dos congressos brasileiros na RCC.

1978
Surge a Canção Nova, em São Paulo, uma das maiores comunidades carismáticas do país, com forte atuação nos meios de comunicação. Está presente em 11 estados, incluindo Pernambuco, onde tem missão em Gravatá, e em seis países.

1993
O Vaticano reconhece, via decreto, o International Catholic Charismatic Renewal Service (ICCRS). Sediado na Itália, o ICCRS é um centro de comunicação, consulta, colaboração e coordenação nos níveis nacional e internacional e com a Santa Sé.

1998
Padre Marcelo Rossi lança o álbum Músicas para louvor ao Senhor e passa a frequentar os principais programas da televisão brasileira, estimulando o crescimento da RCC no país. O álbum vendeu mais de
3,3 milhões de cópias.