Educação e Religião

A salvação humana na crença da verdade absoluta de Deus Igreja Anglicana, que teve origem na Inglaterra, acredita que o Espírito Santo ajuda a guiar os homens e as mulheres na busca da salvação através da Palavra

Wagner Oliveira
wagner.oliveira@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 21/01/2017 03:00

Para dom João Peixoto, missão é lutar e "servir com amor" (Shilton Araujo/Esp.DP)
Para dom João Peixoto, missão é lutar e "servir com amor"

Com sete templos em Pernambuco, a Igreja Episcopal Anglicana no Brasil (IEAB) é a que mais se parece com a Igreja Católica. Os anglicanos expressam sua fé nas palavras de dois credos históricos do cristianismo: o Apostólico e o Niceno. Além disso, acreditam que o Espírito Santo guia os homens e mulheres na busca da verdade, capacitando a igreja a relacionar a verdade humana à verdade de Deus, revelada em Jesus Cristo.

Para os membros dessa igreja, as Sagradas Escrituras contêm toda doutrina necessária para a salvação. “Somos católicos para toda verdade e somos reformados para todo erro humano”, declarou o bispo diocesano dom João Câncio Peixoto Filho, que comanda a Diocese Anglicana do Recife e abrange os estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão.

“Nossa catolicidade sustenta-se também pela forma de nossa organização como igreja. Preservamos a sucessão apostólica, as mesmas ordens ministeriais - bispos (as), presbíteros (as) e diáconos e diaconisas - do catolicismo primitivo, os sacramentos do batismo e da eucaristia, além de ordens religiosas. Ao mesmo tempo, somos uma Igreja aberta às mudanças que aconteceram durante a reforma protestante. A Igreja Anglicana absorveu certas ênfases que considerou positivas dos movimentos reformadores do século 16”, ressaltou dom João Peixoto.

De acordo com o bispo, a A IEAB faz parte da Comunhão Anglicana, uma família de igrejas em comunhão histórica com a Igreja da Inglaterra. Anglia é o nome antigo da Inglaterra. “Hoje, porém, a palavra anglicana, antes de significar inglês, representa uma grande família cristã internacional, formada por 44 igrejas nacionais ou regionais ao redor do mundo, compreendendo mais de 160 países. A Comunhão Anglicana é uma das denominações cristãs do mundo, junto com as Igrejas Ortodoxas, Católica Romana e Luterana”, destacou.

Anglicanos afirmam pertencer a uma igreja católica e protestante (Shilton Araujo/Esp.DP)
Anglicanos afirmam pertencer a uma igreja católica e protestante

Os anglicanos afirmam ser uma igreja católica e protestante. “A busca por essa unidade cristã na diversidade é o que caracteriza o Anglicanismo. Para nós, catolicismo e protestantismo não se excluem, mas se completam um ao outro”, contou o bispo. A (IEAB) estimula ainda o estudo e a pesquisa sobre a verdade em todos os campos do conhecimento humano. Em Pernambuco, além da Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, que fica na Rua Alfredo Medeiros, no bairro do Espinheiro, existem igrejas anglicanas em Boa Viagem, Jaboatão dos Guararapes, Olinda (duas unidades), Caruaru e na cidade de Lajedo, essas duas últimas no Agreste do estado.

História
Embora a Igreja Anglicana tenha chegado ao Recife no ano 1838, com a abertura da Holly Trinity Church (Igreja da Santíssima Trindade) no prédio onde hoje funciona o Cinema São Luiz, o espaço era utilizado apenas por ingleses. No entanto, a igreja voltada especialmente para os brasileiros começou intencionalmente em 1889 com a chegada dos missionários norte-americanos Lucien Lee Kinsolving e James Watson Morris. Eles organizaram a missão em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A partir disso, a Igreja Anglicana se espalhou por todo o Brasil. “Em 1950 foram criadas as três primeiras dioceses no Brasil. Já no ano de 1965 o Brasil deixou de ser um distrito missionário da igreja norte-americana e passou a ter autonomia”, explicou dom João Peixoto.

Entenda

Ser anglicano significa

  1. Ser parte da Igreja de Cristo, sem excluir ou isolar-se de outros cristãos, participando da vida do povo de Deus, com suas alegrias e tristezas
  2. Pertencer a uma comunidade onde cada pessoa é respeitada em sua individualidade e pode utilizar os seus talentos
  3. Apresentar uma teologia baseada nas Escrituras Sagradas e na Tradição, coerente com a inteligência e com a razão
  4. Estar disposto a celebrar a unidade na diversidade
  5. Considerar com serenidade as Escrituras Sagradas, sem crer que cada passagem deva ser interpretada literalmente
  6. Preferir a liberdade em Cristo, mais que a uniformidade de opiniões
  7. Sentir devoção e reverência pelos Sacramentos, sem tentar definir cada ponto desses grandes mistérios
  8. Conceber o ministério como dever e privilégio de todos os batizados
  9. Insistir na moralidade (aquilo que é bom, edifica) e evitar o moralismo (que define a salvação decorrente de uma conduta e não pela obra de Cristo)
  10. Participar da herança apostólica, a fé no Evangelho de Cristo
  11. Ser parte de uma história antiga e sagrada, que se renova a cada dia
  12. Crer que a Igreja é de todos e que todos têm o privilégio de sustentá-la segundo a possibilidade de cada um
  13. Participar da administração e do governo da Igreja segundo a ordem estabelecida
  14. Pertencer a uma família internacional, intercultural e interracial que, por mandato de Cristo, proclama o Evangelho até o último rincão da terra
Seis marcas da Missão Anglicana
  1. Proclamar as boas novas do Evangelho
  2. Batizar, ensinar e nutrir pastoralmente os fieis
  3. Servir com amor aos necessitados
  4. Lutar pela transformação das estruturas sociais injustas
  5. Zelar pela integridade da vida, em todas as suas manifestações
  6. Garantir a paz e lutar por ela