LUGAR CERTO

Lares reduzidos Com a atual crescente demanda por moradia, a tendência é de imóveis cada vez menores

Publicação: 18/01/2018 03:00

Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2017, Pernambuco abrigou cerca de 9,5 milhões de pessoas. Esse número está diretamente ligado ao aumenta da demanda por moradia. Com o atual cenário econômico e a alta procura, os imóveis menores têm ganhado espaço no mercado. No entanto, as metragens dos apartamentos lançados surgem cada vez mais reduzidas. Hoje, grande parte dos novos lares contam com cozinha pequena muitas vezes integrada à sala, dois quartos e um banheiro. Coisa simples, só para comportar duas pessoas. Mas, com a rotina agitada, pode até ser mais do que suficiente.

O coordenador comercial geral do CNA Recife & Olinda, Clécio Sobral, sentiu necessidade de procurar o seu local para viver de forma mais independente. “Eu morava com meu companheiro na casa da minha mãe há uns dois anos. Vimos que já estava na hora de termos o nosso espaço, mais privacidade”, explica. Mas encontrar uma moradia dentro do orçamento para dois não foi tarefa fácil. “Procuramos um apartamento em fase de construção porque era mais em conta, mas como o prazo de entrega era de dois anos, não quisemos esperar. Optamos por comprar um mais simples, de um quarto, já que somos só nós dois. O preço foi muito bom e compramos à vista”, comenta.

Os valores podem variar de acordo com a localização, tamanho e facilidades, mas os preços dos projetos com plantas reduzidas, que têm cada milímetro bem planejado, serão sempre os mais baixos. Porém, os investimentos não precisam parar por aí. Clécio e o seu companheiro pretendem ainda ter o apartamento dos sonhos. “Pretendemos ir para outro apartamento. Inclusive fomos olhar alguns prontos e na planta. Ainda estamos avaliando”, conta.

E não é porque é pequeno que não terá área de lazer. A Reserva Ipojuca, por exemplo, tem apartamentos entre 52,53m2 e 50,90m2, com sala para dois ambientes, dois quartos sociais, um WC Social, cozinha e área de serviço. Às margens da PE-60, os condomínios da Soft Empreendimentos, do Grupo Pernambuco Construtora, ficam próximos ao Shopping Costa Dourada e à Praia do Paiva e contam com área de lazer com piscina, churrasqueira, playground e salão de festas com copa. Os preços são a partir de R$ 114 mil até o dia 31 de janeiro de 2018.

APROVEITE O SEU ESPAÇO
Que os apartamentos estão cada vez menores, já sabemos. Mas não precisa desanimar. Segundo a arquiteta Giuliana Zirpoli, é possível aproveitar cada cantinho e fazer com que o local pareça maior. “Quando os ambientes são pequenos, é bom trabalhar tons claros com iluminação eficiente, que vai valorizar muito o projeto e escolher peças com mais versatilidade, sem excessos”, alerta. Os tons neutros são bem-vindos. Porém, você também pode explorar as cores. “Podem existir pontos de cores, mas sem tons escuros para que não feche o ambiente”, conclui.