Moda e Beleza

CONSUMO » Luxo para quem preza pés e mãos Estabelecimentos especializados em unhas trabalham com conceito de bar e até bistrô para satisfazer clientela

GABRIELA ARAÚJO
especial para o Diario
gabriela.araujo@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 18/03/2017 03:00

Nail coach: Michele Carine Veras dá consultoria para setor e diz que mercado está aquecido. Mais que todo o arco-íris: Além de uma cartela de 600 opções de esmaltes, locais oferecem serviços que são "experiências sensoriais" (João Vitor Alves/Divulgação)
Nail coach: Michele Carine Veras dá consultoria para setor e diz que mercado está aquecido. Mais que todo o arco-íris: Além de uma cartela de 600 opções de esmaltes, locais oferecem serviços que são "experiências sensoriais"

Se antes ter a sua própria tesoura, alicate e espátula de cutículas higienizadas no salão de beleza era considerado luxo, hoje os serviços de unhas vão muito além. Pé e mão tradicional, spa das mãos, unha artística e alongamento em gel são serviços que podem ser encontrados nas esmalterias (estabelecimentos especializados em unhas). Tem espaço que possui uma cartela de mais de 600 opções de esmaltes.

Uma prova de que esse mercado está em expansão são os números da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). De 2011 a  2016, o consumo da categoria de esmaltes cresceu 8,4%. A Região Metropolitana do Recife (RMR) movimenta esse mercado. De acordo com Michele Carine Veras, nail coach (instrutora de unhas), em parceria com o Sebrae-PE, no período de 2012 até 2016 foi verificado cerca de 100 estabelecimentos especializados em unhas na RMR. “Algumas podem ter fechado e outras aberto sem nosso acompanhamento”, acrescenta.

De acordo com Michele, que também é proprietária do Espaço Unhas (oferece cursos, treinamento e produtos para unhas) e sócia do Clube Nails (esmalteria), o maior crescimento desse mercado na RMR foi em 2015. De acordo com ela, o ano passado não foi fácil para os empreendedores por causa da crise econômica. “Já 2017 começamos bem. O setor está aquecido. Só estamos tendo dificuldade na aquisição de produtos importados, já que as importações estão mais restritas”, diz.

Por dia, cada unidade do Clube Nails (uma fica na Jaqueira e outra em Boa Viagem) recebe entre 60 e 80 clientes. Cada uma gasta um tíquete médio de R$ 60. São 55 serviços de unhas ofertados, que variam entre R$ 10 (uma decoração de unha simples) até R$ 190 (unhas com a linha cuccio). Para fazer apenas o pé e a mão, o investimento é de R$ 45. Elas trabalham com a faixa de 600 a 800 esmaltes, incluindo nacionais e importados.

No Espaço Unhas,  que fica no bairro da Madalena, o foco é o treinamento de pessoas que querem investir na área, mas precisam de uma orientação. “Começamos a trabalhar com o conceito de bar com unhas, bistrô com unhas e foi se diversificando”, explica a coach.

Além disso, prestam consultoria para salões que querem investir em espaços específicos para unhas, e estão se especializando para isso.

Com sua empresa, Michele treina salões de todo o país. O curso de alongamento de unhas tem carga horária de 36 horas e custa R$ 900. Já os de esmaltação tem carga horária de 48 horas e custam R$ 300.

Para Maria Clara Brayner, analista do segmento de beleza, bem-estar e saúde do Sebrae-PE, estabelecimentos como esmalterias se destacam no mercado pelo grau de especialização que oferecem. “Ele decorre em parte pelo surgimento de novas tecnologias, principalmente em relação aos produtos importados, e também por uma busca de novas experiências”, diz.

Segundo Clara, não é apenas consumir determinado produto ou serviço, mas sim vivenciá-lo. Isso acaba envolvendo novos equipamentos, tecnologias e mão de obra qualificada, criando um bloco de negócios com preço mais elevado. O ambiente também chama atenção, já que não há barulho de secador ou cheiro forte de produtos químicos. “Há um arranjo diferenciado. Você tem percepções sensoriais mais apuradas, como o cheiro e o toque”, explica a analista. Segundo ela, todos os sentidos são observados para que o cliente tenha a melhor experiência de consumo possível.