Emplacamento agora de forma diferenciada Por conta dos isolamentos sociais, diversas dvidas com relao compra e o recebimento de veculos novos tem surgido

Publicao: 04/04/2020 03:00

Com os isolamentos sociais e o fechamento das lojas por conta da pandemia, o dia a dia foi afetado, incluindo as vendas de automóveis que sofreram queda em todo o mundo. Só na região metropolitana do Recife, a média de carros novos comercializados é de 20 por dia.
Por conta dessas mudanças, diversas dúvidas surgem em relação ao mercado automotivo. Quem conseguiu comprar um caro novo pouco antes do isolamento, ou até mesmo durante ele, e não conseguiu emplacar nem retirar o CRLV, como deve proceder?
De acordo com o direto geral do Detran-PE Sebastião Marinho, os esforços estão voltados em evitar aglomerações e acelerar os processos que continuam funcionando. “Estamos com algumas lojas de placa trabalhando em regime de plantão e todo o processo de solicitação e liberação é feito online para evitar ao máximo o contato”, destacou.
Ainda de acordo com Sebastião, as vendas online pelas concessionárias estão sendo realizada de forma remota, apesar da baixa procura. “A maioria das compras de carros novos estão voltadas para situações de emergência, para locais e órgãos que podem ajudar durante a pandemia”, conclui.

CONTRAN
O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) divulgou algumas medidas para auxiliar àqueles que estão em isolamento social. O órgão deliberou a ampliação e a interrupção dos prazos de processos e de procedimentos dos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. “Estamos considerando a necessidade urgente de se evitar aglomerações nos órgãos de trânsito e nas entidades públicas e privadas prestadoras de serviços afetos ao trânsito, além de ajudar caminhoneiros e motoristas profissionais”, explicou Frederico Carneiro, diretor do Denatran e presidente do Contran.
O Contran ainda esclarece que no âmbito da fiscalização, fica interrompido, por tempo indeterminado, os prazos para que o condutor possa dirigir com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde 19/02/2020. Este prazo aplica-se também para a Permissão de Dirigir (PPD) e para expedição de Certificado de Registro de Veículo (CRV) em caso de transferência de propriedade de veículo adquirido desde 19/02/2020; registro de licenciamento de veículos novos – desde que ainda não expirados.
A normativa estabelece também que, a partir de agora, o prazo para conclusão do processo de habilitação passou de 12 para 18 meses. Isso significa que quem começou o processo de habilitação em março do ano passado e ainda não concluiu, por exemplo, não precisa se preocupar pois terá até setembro pra concluir o processo.
Prazos para defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual, recursos de suspensão de direito de dirigir e cassação do documento de habilitação, ficam interrompidos por tempo indeterminado. Fica interrompido também, por tempo indeterminado, o prazo para identificação de condutor infrator.
 
Vendas passaram a ser online
 
As marcas estão apostando em formas diferentes de atender ao consumidor, com vendas online. Não que as vendas pela rede mundial de computadores seja uma novidade, pois há tempos ela já começa na internet, com a pesquisa do melhor carro para o dia a dia e para o bolso. Entretanto, hoje, no planeta em isolamento, a negociação à distância é quase uma exclusividade.
A finalização dessa compra, entretanto, quase sempre era feita de forma presencial. Mas, com o isolamento social essa prática foi bastante modificada.
A Caoa Chery anunciou recentemente a venda online de seus veículos. Mas isso não impende de o cliente de testá-los. A montadora, através de sua rede de concessionários, leva um vendedor e um modelo do carro que o cliente tem interesse até sua casa. Segundo a marca, todos os cuidados de higienização são tomados para o test-drive e a negociação serem feitas sem riscos. Se tudo der certo, o carro novo chegará à casa do cliente em alguns dias. A ação da Caoa Chery já vinha sendo praticada por outras marcas desde o início do isolamento. O conhecimento de produto é o argumento certo para facilitar o entendimento entre o vendedor virtual e o cliente final.
E não é só entre as concessionárias de carros novos que a venda online está ganhando terreno. Para as lojas de seminovos as vendas por internet já não são novidades. Antes da pandemia, o classificado de veículos pela internet já garantia uma negociação pela rede. Agora esse processo foi aperfeiçoado.
O que é certo é as vendas online ainda estão em fase de adaptação e devem ser implantadas de forma gradativa até o fim da pandemia. E também vai virar importante ferramenta de negócio mesmo depois dela. Uma vez que vendedores e consumidores vão se acostumar a essa nova fase, a modalidade deve continuar, o que é bom para todos.
 
Tem bem menos carros nas ruas
 
De acordo com um levantamento realizado pelo VAI, aplicativo de rastreio da Wings, o número de veículos em circulação no Brasil diminuiu pela metade. O principal motivo é a pandemia causada pelo novo coronavírus. De acordo com os dados do aplicativo, o tempo gasto no carro por dia caiu 50,35% entre 18 e 23 de março, na comparação com a primeira semana do mês. Já o número de viagens por veículo foi reduzido em 41,39%.
A média de viagens por carro na última semana foi de 4,02, enquanto a média de tempo gasto no carro por dia foi de 62,32 minutos. Na semana anterior, de 10 a 17 de março, a média de viagens por carro foi de 5,97 e o tempo médio gasto por dia foi de 105,39 minutos.
Entre 03 e 10 de março, a média de viagens foi de 6,86 e o tempo gasto no carro por dia, ficou em torno de 125,53 minutos. Os números são referentes a uma frota de 1.435 veículos conectados ao VAI, de todos os estados brasileiros.
Entre os estados, Santa Catarina foi o que apresentou maior redução no uso do carro, com queda de 71% na média de tempo gasto na rua por veículo. Na sequência aparecem Alagoas e Amazonas, com redução de 64% e 59%, respectivamente.